ADM - Libras

 

 ADM - Libras

 

 

Carga Horária: 40 horas aula

Posição na Grade Curricular: 8° período

1. EMENTA

A organização e o fortalecimento de subsídios teóricos e práticos aos formadores e multiplicadores da Língua de Sinais (nesse caso os intérpretes e profissionais que atuam em salas especiais e/ou inclusiva) estruturá-los de uma forma que possam se sentir mais seguros de seus trabalhos e abordagens pedagógicas sobre a surdez, de estudos na graduação.

2. OBJETIVOS

2.1. OBJETIVO GERAL:

Conceber que a diversidade entre as pessoas precisam de profissionais que tratem das questões referentes a Língua de Sinais Brasileira – LIBRAS;.

2.2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

Capacitar a habilidade de reflexão sobre a questão das múltiplas linguagens, assim como a Gramática da Língua de Sinais; Fornecer habilidades para desenvolver as questões pertinentes ao ensino da Língua de Sinais..

3. METODOLOGIA DE ENSINO

Exposições dialogadas e simulações

4. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Relatórios e/ou exercícios práticos no decorrer do semestre.

Avaliação Prática: Seminários com temas a serem definidos.

Avaliação Teórica: Trabalho final.

5. 1 BIBLIOGRAFIA BÁSICA

BRASIL.DECRETO Nº 5626, de 22 de dezembro de 2005. Brasília.

AMARO, D. G. Educação Inclusiva. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2006.

ALMEIDA, Elisabete Crepaldi; DUARTE, Patrícia Moreira. Atividades ilustradas em sinais de libras. São Paulo: Reinter, 2004.

5.2. COMPLEMENTAR:

LIMA, P.A. Educação Inclusiva e Igualdade Social. São Paulo: Avercamp, 2006.

BRASIL.Ministério da Educação.Secretaria de Educação Fundamental.Parâmetros Curriculares Nacionais: Adaptações Curriculares.Secretaria de EducaçãoEspecial.Brasília:MEC/SEF/SEESP,1999.

LACERDA, Cristina Broglia Feitosa de. Intérprete de libras. Porto Alegre: Mediação Editora, 2009.

GESSER, Audrei. Libras: Que Língua é Essa? São Paulo: Parábola, 2009.