28/05/2013


O que devo fazer agora? Como escolher a profissão?

 O que devo fazer agora? Como escolher a profissão?

Palestra ministrada pelo Prof. Victor Kenski aos alunos do 3o ano do Ensino Médio da
Escola Estadual Dr. Aureliano Leite, na Vila Menck, em Osasco, dia 28/05/2013.

________________________________________________________________________________________

O que devo fazer agora? Como escolher a profissão?

 

Prof. Dr. Victor W. Kenski

FIPEN

 

Por que é importante estudar?

  • Para sobreviver!

  • Para ter um bom trabalho que dê um salário decente.

  • Para ter boas condições de vida – morar com conforto, suprir as necessidades básicas, viver com dignidade.

  • Para comprar as coisas que dão prazer: TV de tela plana, carro, “aquele tênis” que a gente vê na vitrine... e ter a sensação de usufruí-las e de saber que as comprou com seu próprio esforço.

  • Construir família e dar melhores condições de vida aos filhos!

 

Nunca foi tão barato estudar!

  • Existe o PROUNI que é um programa que paga uma faculdade particular para você.

  • A Faculdade FIPEN (a melhor faculdade de administração de Osasco, segundo o MEC), tem este programa.

  • Existe o FIES – Financiamento Estudantil que paga seus estudos com um financiamento que você começa a pagar depois de formado.

  • Você pode trabalhar de dia e estudar de noite! E, se desejar fazer um curso tecnológico, só durante dois anos.

 

 

Ele não sabia que era difícil ou quase impossível. Ele simplesmente foi lá e fez!...

Seja esperto também!...

 

Profissões

  • Profissões tradicionais: engenharia, medicina, direito, administração, pedagogia, publicidade, letras, carreiras militares, etc.

  • Profissões de nível médio: técnicos, profissionais formados pelo SENAC e SENAI, nos cursos de curta duração.

  • Novas profissões: web designer, designer instrucional, DJ, relações internacionais, comunicação empresarial.

  • Profissões estratégicas: pesquisa e extração de petróleo, logística, gestão de sistemas de informação, etc.

 

Como você se vê trabalhando no futuro?

  • Com ou sem chefe?

  • Empregado ou autônomo (trabalhando por conta própria?

  • De gravata e paletó ou de manga de camisa?

  • Com horário ou livre?

  • Em um escritório ou local livre?

  • Você tem alguém com quem trabalhar ou que o ajude?

  • Trabalhador ou pesquisador?

 

Elementos para a decisão

  • No que você é bom?

  • Quais as coisas que faz com mais facilidade?

  • Quais as disciplinas que você gosta e nas quais tem bom desempenho?

  • Veja as suas condições pessoais (“Eu sou eu e minha circunstância” – Ortega y Gasset).

  • Trabalhar e estudar ou só estudar?

  • Qual a sua inteligência predominante?

  • Você tem alguém que possa dar uma ajuda inicial ou quem já possa trabalhar?

 

 

Inteligências múltiplas

Projeto desenvolvido na década de 1990, por uma equipe de pesquisadores da Universidade de Harvard, liderada por Howard Gardner, identifica e descreve nove tipos de inteligência:

  • Lógico-matemática - Capacidade de analisar problemas, operações matemáticas e questões científicas.

  • Linguística - Maior sensibilidade para a língua falada e escrita.

  • Espacial - Capacidade de compreender o mundo visual de modo minucioso.

  • Musical - Habilidade para tocar, compor e apreciar padrões musicais.

  • Físico-cinestésica - Maior capacidade de utilizar o corpo para a dança e os esportes.

  • Intrapessoal - Capacidade de se conhecer.

  • Interpessoal - Habilidade de entender as intenções, motivações e desejos dos outros.

  • Naturalista - Sensibilidade para compreender e organizar os fenômenos e padrões da natureza.

  • Existencial - Capacidade de refletir sobre questões fundamentais da existência.

 

Observações importantes

  • Embora cada pessoa tenha uma das inteligências mais desenvolvida, ela pode melhorar as outras.

  • Deve-se considerar a princípio a inteligência de cada um.

  • Progressivamente pode-se aplicar atividades que estimulem o desenvolvimento de outras inteligências necessárias para suas relações pessoais ou de trabalho.

  • Há que se reconhecer que cada aluno tem diferentes “ferramentas” para aprender.

  • Deve-se fortalecer a cooperação e a colaboração entre as pessoas para a troca de experiências e informações.

  • “Nenhum de nós é tão forte quanto nós todos juntos!”

 

Tendência do emprego – Pesquisa da FGV

Em 2000

  • 70% das pessoas trabalhavam no setor de serviços

  • 20% na indústria

  • 5% na agricultura

  • 5% no conhecimento

 

Tendência - 2015

  • 75% no setor de serviços

  • 4% na indústria

  • 1% na agricultura

  • 20% no conhecimento

  • Características do trabalho nos dias de hoje

  • Tudo é muito rápido. O mundo está acelerado!

  • Trabalho é feito com pessoas em grupos.

  • Grande utilização de sistemas de tecnologia da Informação (computação).

  • No setor de serviços a característica principal é a do relacionamento entre pessoas.

  • Nas empresas há forte pressão pelo atingimento de resultados. Alguns dão compensação financeira quando a meta é atingida.

  • As pessoas estão cada vez mais valorizadas nos seus ambientes de trabalho.

 

Tome a “sua” decisão!

  • Junte todos os elementos que puder.

  • Consulte o seu coração.

  • Converse com pessoas que estão nas profissões que você está considerando.

  • Veja como eles encaram o que fazem.

  • Analise as condições que você terá que enfrentar para conseguir o que quer.

  • Ouça os conselhos dos seus pais. Mas não siga o que eles querem que você faça.

  • Quem vai conviver com sua escolha é você e não eles!

 

Trabalho não é só fonte de renda.

É também fonte de vida!...

Lembre-se, sempre: O importante é ser feliz!

 

Obrigado!

 

Victor Kenski

vwkenski@gmail.com




Indique esta notícia para um amigo

Seu nome:
Seu e-mail:
Nome amigo:
Email amigo:
código captcha